Meu Lar

Os recém-casados e o desafio de cuidar da casa

Ficou todo mundo tão envolvido com os preparativos da cerimônia, festa e viagem de lua de mel, que ninguém se lembrou de ajudar os noivos com dicas e conselhos úteis para a casa nova. É, eles precisam… Viver com os pais é completamente diferente de ter a própria casa e precisar administrá-la. Sim, cuidar da casa não é fácil e, por isso, é preciso pensar nisso junto com os preparativos do casamento e toda a correria que a chegada do grande dia proporciona. A maior verdade de todas a respeito do matrimônio é que ele só começa, de fato, quando os recém-casados chegam à nova casa. Pra começo de conversa, é importante estabelecer as regras do novo lar.

A nova casa é o refúgio do casal, o centro da vida dos dois e o lugar de nascimento da nova família. Então, não há problemas em recomeçar, deixando hábitos antigos de lado e dando novo formato à vida dos dois. Quem lava as louças do jantar, quem tira o lixo, qual dos dois estende a cama e quem coloca a roupa pra lavar. Tudo deve ser combinado, assim como era na casa dos pais, onde normalmente, cada um tem uma função desde a infância, salvo raras exceções. Homem e mulher, criados de forma diferente, com hábitos e famílias completamente distintos, agora deitam e levantam juntos, comem na companhia um do outro e passam a se conhecer.

É tudo novo para os dois e o maior desafio é manter as coisas em ordem. Para isso, a dica é simples e praticamente única: respeito ao espaço e às vontades do outro e a manutenção do diálogo, exatamente como no namoro. Pode parecer conversa fiada, mas não é. A relação se fortalece com iniciativas como essas, que ajudarão o casal a passar pelo início do casamento sem sofrimentos desnecessários. Outro detalhe que precisa de atenção é quanto aos gastos, que antes da união não existia pra nenhum dos dois. Água, luz, telefone, gás, IPTU, aluguel ou prestação da casa, compras de suprimentos, enfim, tudo o que os noivos não precisavam se preocupar antes do casamento. E como as finanças ainda precisam ser administradas para dar conta dos novos gastos e novos costumes, é importante que cada um faça a sua parte, para não criar atrito ou causar problemas futuros.

Então, economizar nos produtos de limpeza, evitar banhos demorados, apagar as lâmpadas de ambientes que estiverem vazios, tirar da tomada os aparelhos como televisão, DVD e microondas, comprar com consciência, desde frutas e legumes, que se não forem consumidos serão perdidos, até roupas, sapatos e acessórios, são algumas das iniciativas que ajudarão o casal a economizar um pouquinho todos os dias. No mais, e só curtir. A casa, a companhia, a vida nova e, claro, o casamento.

1 de março de 2017 / por / em