Desenhos, cores e tamanhos: a hora da escolha do convite

Desenhos, cores e tamanhos: a hora da escolha do convite

Tradicional, criativo, sóbrio ou original. Não importa o modelo, quando o convidado recebe o convite do casamento já tem uma noção de como será a festa. É cada vez mais comuns os noivos personalizarem e transformarem o convite em uma linda lembrança. Não há que não concorde que os convites de casamento estão criativos. Desenhos, fotos e caricaturas, tamanhos maiores ou menores que os tradicionais, fitas e adesivos para fechar, papel branco, preto ou uma garrafa e muitas outras opções. Qualquer que seja ela, o convite é, com certeza, uma pequena mostra do que será o casamento. E exatamente por transmitir a identidade da comemoração, é que o convite precisa estar de acordo com a decoração da festa e os gostos pessoais do casal. Quanto mais longe do convencional e próxima do original está a festa, mais criativos estão os convites. Além de convidar, eles ainda atiçam a curiosidade dos convidados e aumentam a ansiedade de todos para a festa. Quando o assunto são os convites, as caricaturas estão em alta. Os desenhos divertem e ainda mostram a descontração e felicidade dos noivos. A idéia é transmitir o rosto dos dois em tom de brincadeira, já que a caricatura evidencia os defeitos das pessoas. O caricaturista pode criar desenhos que mostrem uma situação inusitada, como uma noiva que amarrou o noivo com uma corda de coraçõezinhos, por exemplo. Outro modelo que vem sendo muito utilizado ultimamente é o que vem no formato de um jornal, cuja manchete do dia é o casamento. O texto do convite fala dos pais dos noivos, do endereço da festa e da cerimônia e conta um pequeno trecho da história de amor dos dois. Tudo, disposto em forma de texto jornalístico, sempre com o objetivo de surpreender os convidados. As fotos do casal podem ser colocadas em montagem sobre uma caricatura, dando mais leveza e criatividade ao convite. Como o mercado das festas muda todos os dias, foi-se o tempo da necessidade de o convite de casamento ser no papel. Ele pode ser uma caixinha de papelão, semelhante a um chaveiro, com o interior trazendo mensagens apenas com os nomes dos noivos e dos pais, data e hora da celebração e endereços da cerimônia e da festa. Há ainda as garrafinhas com areia e um pequeno pergaminho amarrado com corda, muito usado para convidar para festas na praia, ou um convite em forma de passagem aérea, onde foram escritos os nomes dos noivos e as informações sobre a festa. Ousadia também para os convites que vêm em latas de alumínio, que escondem o convite. Independentemente do modelo escolhido, o convite precisa traduzir o sentimento do casal, que, com certeza, aguarda ansiosamente a chegada do grande dia e da mudança de vida. Como o casamento é uma data única na vida dos noivos, o convite precisa ser diferente e trazer a identidade dos noivos, para que a data seja carinhosamente lembrada por todos, desde a originalidade ou tradicionalismo do convite.Desenhos, cores e tamanhos: a hora da escolha do convite Tradicional, criativo, sóbrio ou original. Não importa o modelo, quando o convidado recebe o convite do casamento já tem uma noção de como será a festa. É cada vez mais comuns os noivos personalizarem e transformarem o convite em uma linda lembrança. Não há que não concorde que os convites de casamento estão criativos. Desenhos, fotos e caricaturas, tamanhos maiores ou menores que os tradicionais, fitas e adesivos para fechar, papel branco, preto ou uma garrafa e muitas outras opções. Qualquer que seja ela, o convite é, com certeza, uma pequena mostra do que será o casamento. E exatamente por transmitir a identidade da comemoração, é que o convite precisa estar de acordo com a decoração da festa e os gostos pessoais do casal. Quanto mais longe do convencional e próxima do original está a festa, mais criativos estão os convites.

Além de convidar, eles ainda atiçam a curiosidade dos convidados e aumentam a ansiedade de todos para a festa. Quando o assunto são os convites, as caricaturas estão em alta. Os desenhos divertem e ainda mostram a descontração e felicidade dos noivos. A idéia é transmitir o rosto dos dois em tom de brincadeira, já que a caricatura evidencia os defeitos das pessoas. O caricaturista pode criar desenhos que mostrem uma situação inusitada, como uma noiva que amarrou o noivo com uma corda de coraçõezinhos, por exemplo. Outro modelo que vem sendo muito utilizado ultimamente é o que vem no formato de um jornal, cuja manchete do dia é o casamento. O texto do convite fala dos pais dos noivos, do endereço da festa e da cerimônia e conta um pequeno trecho da história de amor dos dois. Tudo, disposto em forma de texto jornalístico, sempre com o objetivo de surpreender os convidados. As fotos do casal podem ser colocadas em montagem sobre uma caricatura, dando mais leveza e criatividade ao convite. Como o mercado das festas muda todos os dias, foi-se o tempo da necessidade de o convite de casamento ser no papel. Ele pode ser uma caixinha de papelão, semelhante a um chaveiro, com o interior trazendo mensagens apenas com os nomes dos noivos e dos pais, data e hora da celebração e endereços da cerimônia e da festa.

Há ainda as garrafinhas com areia e um pequeno pergaminho amarrado com corda, muito usado para convidar para festas na praia, ou um convite em forma de passagem aérea, onde foram escritos os nomes dos noivos e as informações sobre a festa. Ousadia também para os convites que vêm em latas de alumínio, que escondem o convite. Independentemente do modelo escolhido, o convite precisa traduzir o sentimento do casal, que, com certeza, aguarda ansiosamente a chegada do grande dia e da mudança de vida. Como o casamento é uma data única na vida dos noivos, o convite precisa ser diferente e trazer a identidade dos noivos, para que a data seja carinhosamente lembrada por todos, desde a originalidade ou tradicionalismo do convite.

1 de março de 2017 / por / em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *